TRATAMENTO DE ASMA EM CRIANÇAS

A asma é uma doença inflamatória crônica, quando atinge as crianças o quadro é mais preocupante, pois suas vias respiratórias tem um calibre menor do que a dos adultos, por esse motivo qualquer inflamação pode ser mais prejudicial e impedir a passagem de ar. A asma infantil costuma causar mais hospitalizações e visitas à emergência do que a asma em adultos.


Causas que influenciam nas crises asmáticas
Poeira;
Mofo;
Animais (gatos e cachorros);
Gripes e resfriados;
Mudanças climáticas;
Fumo;
Mesmo que a asma possa se desenvolver em qualquer idade, ela dá início frequentemente na infância. Algumas crianças continuam a sofrer de asma quando atingem a idade adulta, outras recebem a cura durante alguns anos.
Estudos ainda não sabem exatamente o que provoca a asma infantil. Sendo assim, é importante entender a causa dos ataques e buscar tratamentos mais adequados.


Tratamento fisioterápico


Um dos tratamentos de prevenção da asma é a fisioterapia respiratória. Os tratamentos costumam ser variados, com técnicas manuais, posturais e cinéticas. O propósito é amenizar as crises asmáticas e desobstruir os brônquios através de técnicas. Assim, ampliando a capacidade respiratória e fortalecendo a musculatura torácica.
Principais objetivos para o tratamento:
· Reduzir desconforto respiratório e dispneia;
· Melhorar a mecânica respiratória;
· Melhorar a força muscular respiratória nos casos de fraqueza;
· Proporcionar maior condicionamento cardiorrespiratório;
· Promover a higiene brônquica, quando necessária;
· Proporcionar redução dos eventos/crises, melhorando a qualidade de vida;

O tratamento deve ser feito por profissionais treinados da área de fisioterapia, assim garantindo a segurança do paciente.
Mas de qualquer forma é necessário estudos, para conhecer os benefícios da fisioterapia respiratória no paciente asmático.

Fonte: https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/problemas-de-sa%C3%BAde-infantil/dist%C3%BArbios-respirat%C3%B3rios-em-beb%C3%AAs-e-crian%C3%A7as/asma-em-crian%C3%A7as

BENEFÍCIOS DA QUIROPRAXIA NA VIDA DO SER HUMANO

Para quem não sabe a Quiropraxia é responsável pelo tratamento e prevenção de problemas nos nervos, músculos e nos ossos. É uma área da saúde especializada no alinhamento do corpo, que é certamente um dos fatores principais para manter o nosso organismo funcionando corretamente.
Para isso, é necessário utilizar um conjunto de técnicas parecidas com massagens, que são responsáveis por movimentar as vértebras, músculos e tendões, para a posição correta.
Os procedimentos da Quiropraxia devem ser utilizados por um profissional treinado na área. Podem ser aconselhados como tratamento complementar para aliviar dores nas costas, pescoço e no ombro. Além de reduzir dores em algumas áreas do corpo, também pode auxiliar no bem estar, pois diminui a tensão, aumenta o fluxo de sangue no corpo e reduz a pressão arterial.


Para que serve esse tratamento?
A quiropraxia é um tratamento que é indicado para algumas situações do dia a dia, como?
· Dores nas costas;
· Dores nos ombros;
· Dores no pescoço;
· Hérnia de disco;
· Osteoartrite;
· Enxaqueca.
· Problemas menstruais;
· Desvios na postura;
· Problemas respiratórios.

Como já dito, a quiropraxia deve ser feita por um profissional, até porque, antes de começar as sessões são realizadas avaliações no paciente, para que sejam analisadas as situações atuais, conhecendo os antecedentes de doenças familiares e pessoais e verificando se essa técnica é indicada.

A Quiropraxia pode ser feitas em:

Crianças;
Adultos;
Gestantes;
Idosos;
Atletas;

O tratamento é feito por meio de movimentos rápidos seguidos de um estalo. Essa manobra trará movimento e mobilidade de volta para a articulação, assim reduzindo as dores, incômodos e tensão. Além desse tipo de manobra e de exercícios específicos realizados durante as sessões, os profissionais podem passar atividades para serem feitas em casa, para evitar que o problema retorne.

A quiropraxia traz vários benefícios para o corpo humano, como:

Principais vantagens do tratamento é o resultado rápido;

Tratamento seguro, sendo realizado com as mãos e poucos equipamentos. Além disso, produz relaxamento instantâneo;

Alivia dores do dia-a-dia;

Melhora a saúde mental ajudando no combate de ansiedade e depressão;

Diminui problemas nas articulações;

Melhora a postura;

Além desses benefícios citados existem vários outros.

É importante saber que a quiropraxia não é indicada para pessoas que tenham algum problema de instabilidade na medula espinhal, câncer nos ossos, risco elevado de acidente vascular cerebral ou osteoporose grave.

Nesses casos é importante procurar o ortopedista, principalmente quando a dor estiver acompanhada de dormência e perda de força nos braços ou pernas.

Mas e você? Sente dores e ficou curioso em saber como funciona o tratamento? Agende sua consulta e comece logo o seu tratamento.

Fonte: https://www.tuasaude.com/quiropatia/

IMPORTÂNCIA DO PILATES DURANTE A GRAVIDEZ

O Pilates é uma atividade física que busca fortalecer a musculatura do corpo, trazendo flexibilidade e melhorando o tônus. Hoje em dia, alguns médicos a consideram com uma forma de terapia, por ser um exercício individualizado.

Durante a gravidez os exercícios de Pilates podem ser realizados a partir do primeiro semestre, mas com muito cuidado para não prejudicar a mãe e o bebê.

Como já foi dito, esses exercícios são ótimos para fortalecer e tonificar os músculos de todo o corpo, assim, preparando a gestante para a chegada do bebê. Com os músculos mais fortes e firmes, a mulher tende a sentir menos dores nas costas, pode se movimentar com mais facilidade, ganha disposição para realizar suas atividades do dia-a-dia e o mais importante vive uma gravidez mais saudável.

É importante que os exercícios sejam pensados para a gestante. As aulas de Pilates podem ser realizadas 1 ou 2 vezes por semana, com duração de 30 minutos a 1 hora cada, sempre acompanhada de um profissional e obedecendo as normas de cada corpo.

Benefícios do Pilates para grávidas

Especialistas compravam os benefícios que a atividade física traz para a vida da mulher e também a relação com um parto saudável. Os exercícios ajudam a suportar o peso da barriga, combate o inchaço e há uma grande chance de a grávida ter um parto normal, em comparação com uma grávida sedentária.
Combate às dores;
Melhora o condicionamento físico;
Melhora a respiração;
Ajuda na circulação sanguínea;
Ajuda na oxigenação do bebê;
Acalma o bebê;

Quando não praticar o Pilates

Sempre importante ficar atenta a alguns sinais que podem indicar que você não está preparada para praticar os exercícios, como por exemplo:
Dores do peito;
Dores abdominais;
Pressão Alta ou Baixa;
Falta de ar;
Contrações fortes;
Batimentos cardíacos acelerados;

O ginecologista obstetra deve ser informado que grávida está praticando este tipo de atividade física, muito importante respeitar as normas do corpo, até porque cada corpo reage de um jeito. Assim, não comprometendo a saúde física da mãe ou do bebê.

E ai, gostou das dicas?

Fontes: https://www.tuasaude.com/pilates-para-gestantes/

IMPORTÂNCIA DA FISIOTERAPIA NA RECUPERAÇÃO DA COVID-19

A Fisioterapia tem um papel essencial no tratamento da Covid-19.
O fisioterapeuta entra principalmente quando o paciente hospitalizado tem comprometimentos respiratórios, assim, trabalhando na linha de frente no combate à pandemia da Covid- 19.

O trabalho do fisioterapeuta começa com:
Primeiros cuidados;
Administração e oxigênio;
Assistência em intervenções envolvendo intubação;
Ventilação mecânica e mudança de decúbito;
Procedimentos para remoção de secreção brônquica
Melhora da função respiratória.
No atendimento pós- hospitalar o fisioterapeuta é responsável por indicar procedimentos terapêuticos e exercícios para fortalecer a musculatura respiratória e periférica, tanto de quem acabou de sair da UTI quanto de quem está se recuperando em casa.

Papel da fisioterapia nas internações

Nos hospitais, a ajuda da fisioterapia é responsável por acelerar o processo de recuperação do paciente, reduzindo a necessidade de medicamento e o risco de sequelas após a internação.
A fisioterapia desempenha um papel determinante para atenuar os sintomas cardiorrespiratórios decorrentes da doença.
No local hospitalar, a presença do fisioterapeuta é importante tanto para o fortalecimento da capacidade pulmonar nos casos menos graves quanto para pacientes em casos graves na UTI.

Recuperação pós Covid-19

É preciso da continuidade ao tratamento mesmo quando o paciente sai da UTI. A transição do paciente do ambiente hospitalar para o ambiente normal dele leva um tempo.
É normal que um paciente em estado crítico pode perder entre 17% e 30% da massa muscular nos dez primeiros dias da internação. Nos casos mais graves de Covid- 19, a internação pode durar de duas a três semanas.
Para ajudar na recuperação desses pacientes ainda no hospital, o fisioterapeuta utiliza exercícios com pesos para auxiliar no fortalecimento da musculatura respiratória e periférica.

Fisioterapia após Covid-19

Não tem estudos que compravam, mas muitos que já se recuperaram ainda necessitam de fisioterapia (principalmente respiratória).

As atividades incluem desde atividades físicas leves que não utiliza peso e outros aparelhos quanto o uso de um aparelho específico para trabalhar a musculatura respiratória. Em caso de exercício é importante ter um acompanhamento constante.

Durante a pandemia o acompanhamento pode ser feito de forma remota, com o fisioterapeuta repassando orientações de exercícios físicos e respiratórios para o paciente fazer em casa.
Gostou das dicas?


Fontes: https://previva.com.br/fisioterapia-coronavirus-covid-19/

POR QUE VOCÊ DEVE FAZER ATIVIDADE FÍSICA?

Com a vinda da pandemia e a quarentena, muitas pessoas se acomodaram. Junto veio aumento de peso, doenças cardiovasculares como infarto e AVC, diabetes tipo 2, apneia do sono entre outras doenças.


O intuito da atividade física é a de fortalecer o sistema imunológico, ajudar no emagrecimento saudável, diminuir o risco de doenças, trazer os fortalecimentos nos ossos, combater a ansiedade e a depressão, diminuir o estresse, entre outros benefícios. Estudos comprovam que 30 á 60 minutos de exercício por dia já é o suficiente para manter o corpo saudável.


Como tomar a primeira iniciativa?

  1. PASSO: É muito importante procurar um médico de inicio para realizar alguns exames, no caso de pessoas sedentárias. Desta forma o médico vai informar qual seria o exercício ideal para você.
  2. PASSO: Procurar um profissional de educação física para está te auxiliando na hora de fazer qualquer exercício.
  3. PASSO: Fazer acompanhamento no nutricionista, mudar a alimentação é muito importante.
  4. PASSO: Ir com calma. Começa devagar, sem pressa, faça exercício de 3 a 5 vezes na semana.
    Cuidados necessários que devem ser tomados
    • Respeitar o limite do nosso corpo. Cada pessoa tem o seu jeito de reagir, então sem pressa.
    • Sempre estar acompanhado a um profissional.
    • Usar os equipamentos esportivos corretos.
    • Entender o porquê que fazer atividade física é importante.
    • Escolher um ambiente que você se sinta confortável

Não existe idade certa para exercitar o corpo, adotar hábitos saudáveis pode trazer uma ótima qualidade de vida. Vários estudos comprovam como a prática frequente de atividade física evita doenças e melhora a nossa disposição para realizar nossas atividades diárias.

Gostou das dicas? Então vamos começar a movimentar o corpo e mudar de vida!

Fonte: https://saude.abril.com.br/blog/guenta-coracao/atividade-fisica-sempre-antes-durante-e-depois-da-pandemia-de-covid-19/#:~:text=Quanto%20maior%20o%20n%C3%ADvel%20de,em%20tempos%20de%20isolamento%20social.
https://www.tuasaude.com/beneficios-da-atividade-fisica/

DICAS DE COMO ALIVIAR AS DORES DA FASCITE PLANTAR

A Fascite Plantar é uma infamação que atinge a fáscia plantar (também conhecida como aponeurose plantar), uma membrana de tecido conjuntivo fibroso e pouco elástico, que recobre a musculatura da sola do pé, desde o osso calcâneo, que garante o formato do calcanhar, até a base dos dedos dos pés.


SINTOMAS DA FASCITE PLANTAR


O sintoma mais comum da Fascite Plantar é a dor forte na região debaixo do pé próximo ao calcanhar causando uma dor forte, como se tivesse levando uma facada debaixo do pé, perto do calcanhar. Essa dor por muitas das vezes é confundida com a dor do esporão de calcâneo. A principal diferença da Fascite Plantar é que afeta o tecido fibroso, enquanto o esporão é um pequeno crescimento ósseo.
Se não houver o tratamento, a dor pode se tornar crônica e provocar várias alterações nos quadris, coluna, marcha e lesões no joelho.


TROUXE ALGUMAS DICAS DE CALÇADOS QUE AJUDAM A ALIVIAR AS DORES DA FASCITE PLANTAR


1. Sandália de salto baixo
Rasteirinhas e sapato de salto alto devem ser evitados, o uso diário pode piorar a inflamação causando mais dores. (Especialistas recomendam calçados com um pequeno salto na região do calcanhar para não forçar os joelhos, o salto deve ser entre 2,0 cm a 4,0 cm).
2. Sandália com plataforma
Modelos plataformas além de trazer conforto não perde sua elegância. É uma ótima opção para a utilização por distribuir melhor o impacto.
3. Sandálias Rasteiras Macias
Para as amantes de rasteirinhas, é possível usar sim, mas precisa escolher um modelo confortável, com o solado macio e com uma pequena plataforma anatômica. Assim, você vai ter um amortecimento ao caminhar. Rasteirinhas baixas e duras, não são indicadas e podem piorar o quadro.
4. Sandálias Flexíveis
Sempre der preferências nas marcas da linha conforto. Que possuam palmilhas macias, solado flexível e um acolchoamento nas laterais.
5. Sapatos com tecnologias
Para os rapazes, existem varias marcas com tecnologia em gel, conforto extra, solado com saltos de 2,0 cm a 4,0 cm. Que além de trazer o conforto podem aliviar as dores da inflamação.

Além dos calçados também existem palmilhas que proporciona na redução das dores e desconfortos.
E ai, gostou da dica?

Fontes: https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/fascite-plantar/#:~:text=sola%20do%20p%C3%A9.-,Fascite%20plantar%20%C3%A9%20um%20processo%20inflamat%C3%B3rio%20ou%20degenerativo%20que%20afeta,base%20dos%20dedos%20dos%20p%C3%A9s.
https://blog.lojamzq.com.br/os-melhores-calcados-para-fascite-plantar/#:~:text=D%C3%AA%20sempre%20prefer%C3%AAncia%20por%20cal%C3%A7ados,mais%20liberdade%20para%20os%20p%C3%A9s.
https://www.pessemdor.com.br/blog/fascite-e-esporao-qual-a-diferenca/

Obesidade infantil

Casos

Segundo o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional, cerca de 9% das crianças estão com obesidade e 5% com obesidade grave. Não é muito diferente com os adolescentes: cerca de 18% dos adolescentes estão com sobrepeso. Enquanto 9% sofrem com problemas de obesidade e 3% com obesidade grave. Oito em cada dez adolescentes continuam obesos na fase adulta. A obesidade infantil gera desconfortos e desencadeia problemas físicos e psicológicos. É um assunto sério e que deve ser tratado com prudência.

Sintomas

 A única característica da obesidade infantil é o peso acima do normal.

Causas

  1. Falta de disposição para atividades que exigem esforço físico;
  2. Sedentarismo;
  3. Desequilíbrio alimentar;
  4. Compulsão alimentar;
  5. Ansiedade/Depressão;
  6. Descontrole emocional.

Além do acompanhamento médico, especialistas aconselham dietas como forma de combater a obesidade infantil, além, é claro, de uma boa dieta.

Uma dieta de baixa caloria ajuda na perda de peso e no controle alimentar. Evitar alimentos gordurosos durante a dieta é algo importante a ser seguido. Exercícios físicos contribuem para uma vida mais saudável e feliz.

Atividades físicas, como brincadeiras, contribuem para uma perda de saudável de peso.

Essas atividades são necessárias e dependem do envolvimento dos pais ou responsáveis pela criança, pois ela precisa de motivação.

Fonte: Secretaria de Estado de Saúde de Goiás

Ansiedade: da insônia aos batimentos acelerados.

O Transtorno de ansiedade generalizada, também conhecido como “TAG” é considerado muito comum, pois tem afligido 2 milhões de pessoas só no Brasil.

Casos

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o transtorno começa a atingir os jovens na faixa etária dos 14 anos, muitas das vezes, acompanha-os para o resto da vida.

Aumentam os casos de jovens sofrendo com o Transtorno de ansiedade generalizada (TAG). Os danos causados pelo transtorno são, muitas das vezes, irreversíveis, eles vão desde a insônia aos batimentos acelerados. Com a pandemia o número de casos aumentou drasticamente, devido ao isolamento social.

Sintomas

O transtorno apresenta diversos sintomas, sejam eles psicológicos ou físicos. Alguns dos sintomas psicológicos são:

  1. Falta de concentração ou pensamentos indesejados;
  2. Ansiedade severa ou medo, preocupação excessiva;
  3. Pensamentos suicidas;
  4. Consumo de substâncias ilícitas.

Já os sintomas físicos são:

  1. Falta de ar
  2. Insônia;
  3. Náusea;
  4. Tremedeira;
  5. Fadiga;
  6. Tontura;
  7. Tensão muscular;
  8. Apetite desregulado.

Malefícios

Aumentam os casos de pessoas deixando o mercado de trabalho, alegando a falta de estabilidade emocional. Casais vêm se divorciando, pela falta de compreensão um do outro, pois nem todos conhecem o transtorno.

Em casos mais graves, o transtorno contribui para o aumento em números de casos de suicídios.

Tratamento

Porém, há tratamentos para o transtorno, desde medicações a terapias.

Algumas terapias são:

  1. Acompanhamento médico;
  2. Psicanálise;
  3. Psicoterapia;
  4. Exercícios físicos;
  5. Relaxamento;
  6. Leitura;
  7. Controle mental;
  8. Terapia cognitivo-comportamental.

Se não tratado adequadamente, o transtorno pode desencadear maiores problemas. Procure, urgentemente, tratamento médico.

Fonte: Hospital Israelita Albert Einstein

O que é acne? Aprenda de uma vez por todas as causas, sintomas e o tratamento desse problema tão comum

A acne é um tipo de lesão que atinge a maioria das pessoas e gera complicações não só físicas, mas também de autoestima e bem-estar. Mas você sabe o que causa, exatamente, esse problema?

O acarretamento da acne é associado ao aumento da produção de sebo nas glândulas sebáceas, que gera uma obstrução dos poros da pele e acaba aumentando a proliferação de bactérias.

Apesar de ser mais comum na adolescência e no início da fase adulta, devido a grande transformação hormonal que ocorre no corpo humano nesse período, a acne pode aparecer em qualquer fase da vida, geralmente ocasionada por eventuais desequilíbrios hormonais.

Sintomas

Os sintomas da acne são o surgimento de cravos, espinhas – que não passam de cravos inflamados – e marcas avermelhadas na pele, principalmente no rosto e nas costas.

Ao perceber tais sinais, é importante que um médico dermatologista seja consultado o quanto antes, a fim de tomar as medidas necessárias para o tratamento.

Tratamento

Apesar do costume popular de espremer os cravos e as espinhas para fazê-los sumir, dermatologistas afirmam que isso não é recomendado e pode até piorar a situação, já que se a lesão for manipulada e a pele não estiver limpa, as bactérias das unhas e mãos podem entrar pelos poros da pele e formar cistos.

O tratamento adequado da acne é feito com acompanhamento médico, já que depende de cada caso, do tipo de acne e das particularidades do paciente a ser medicado.

No geral, recomenda-se a limpeza de pele diária com esfoliantes e outros produtos indicados. Para mulheres, o uso de anticoncepcionais administrados por um profissional pode ajudar no tratamento, já que atua na diminuição da produção de sebo e oleosidade da pele.

Apesar de ser um processo associado à produção hormonal e, portanto, natural do corpo, existem medidas de prevenção ao surgimento da acne, tais como:

  1. Não dormir de maquiagem, já que os resíduos cosméticos obstruem os poros da pele.
  2. Controlar o consumo de gordura, doces e farinha branca, visto que estes estimulam a produção de glândulas sebáceas, aumentando a oleosidade da pele.
  3. Praticar exercícios regularmente, pois minimizam o estresse e os níveis de cortisol, hormônio que em quantidades excessivas contribui para o surgimento da acne.

É importante frisar que, apesar de qualquer recomendação, é sempre importante que um profissional da área seja consultado.

Como se alimentar bem: um guia objetivo para uma alimentação balanceada e nutritiva

Não é segredo para ninguém que se alimentar de maneira saudável e nutritiva é uma das chaves para o bem-estar e a qualidade de vida. Mas como, exatamente, podemos nos assegurar de que estamos tendo uma dieta balanceada? Preparamos um guia que vai indicar o caminho para uma boa alimentação no dia a dia.

Comecemos com o básico: evite excessos ou exclusões e procure quantidades que sejam suficientes para te saciar, mas não para te encher a ponto de causar letargia. Parece simples, mas muitas vezes optamos por pular uma refeição por falta de tempo ou comemos demais por pura gula. Nenhuma das duas opções é saudável. Agora, vamos ao que interessa: o que comer e porquê comer tais coisas.

  • Macronutrientes
    • Proteínas: É a partir delas que construímos músculos, tecidos, cabelos, unhas e outras estruturas celulares. Estão presentes em carnes vermelhas e brancas, grão de bico, quinoa e nozes, por exemplo.
    • Carboidratos: São nossa maior fonte de energia. São encontrados, principalmente, em farinhas, tubérculos e grãos.
    • Gorduras: Além de também serem fontes de energia, as gorduras também mantém a temperatura do corpo e protegem órgãos vitais. Vale ressaltar, no entanto, que se dividem em HDL e LDL, sendo a primeira a gordura boa e a segunda a ruim. Algumas fontes de HDL são o azeite, coco e abacate.
    • Fibras: São responsáveis pelo bom funcionamento do intestino e proporcionam sensação de saciedade, estando presentes em amêndoas, aveia, feijão e outros.
  • Micronutrientes
    • Vitaminas: São essenciais para o funcionamento do metabolismo e podem ser encontradas em grandes quantidades em frutas e verduras.
    • Minerais: Estão ligados a formação dos ossos, regulação dos fluidos corporais e secreções digestivas. Algumas de suas fontes são frutas, verduras e cereais integrais.

Além do consumo balanceado de macro e micronutrientes, é essencial que evitemos frituras, já que elas vêm carregadas de gorduras ruins.

Os alimentos industrializados também devem ser evitados, pois são na maioria das vezes compostos por substâncias nocivas ao nosso organismo, como corantes e conservantes, além de grandes quantidades de sódio e açúcares.

Ter horários para se alimentar também é importantíssimo, já que faz com que o nosso corpo se acostume a fazer o processo de digestão em determinados horários e consiga fazer isso de maneira mais eficiente.

Manter uma alimentação saudável vai, além de proporcionar bem-estar, prevenir diversas doenças que poderiam ser desencadeadas por uma dieta ruim, tais como hipertensão, diabetes, colesterol alto, gastrite, obesidade e muitas outras.