CUIDADOS COM A PELE MADURA

Todos os tipos de pele necessitam de cuidados específicos e com a pele madura não seria diferente. O amadurecimento da pele exige novos produtos e tratamentos para que ela envelheça saudável e sem aspectos ruins que comprometem a saúde e autoestima das pessoas. Para entendermos mais sobre esses cuidados preparamos dicas maravilhosas para vocês.

Antioxidantes: essas substâncias devem ser usadas por todos para evitar o envelhecimento da pele. Com isso, é fácil perceber que ele é queridinho das peles maduras. Produtos que contém vit. C são maravilhosos!

Flacidez: se você sente sua pele flácida é super importante o uso de produtos que contém colágeno para manter a firmeza de sua pele. A hidratação é muito importante para combater essa questão e deixar sua pele com aspecto jovem independente da idade. O Ácido Hialurônico é ótimo para conferir hidratação e firmeza para a pele.

Volume e firmeza: com o passar dos anos a pele pode perder seu volume e firmeza e nesses casos produtos com efeito lifiting são ideais para ajudar.

Manchas e proteção: a proteção solar é indispensável para combater o envelhecimento da pele e para que isso ocorra sem marcas que podem incomodar e trazer um aspecto de cansaço para a cútis das pessoas. Portanto, não adianta investir em inúmeros e tratamentos se esse cuidado básico não estiver em dia.

Uma questão importante que deve ser levada em consideração é que não é só a pele do rosto que merece atenção e cuidados, se você possui pele madura, não deixe de hidratar todo o corpo, especialmente pescoço,colo e mãos. Esses cuidados irão te ajudar a evitar manchas, rugas e flacidez.

Esses cuidados são essenciais, vão trazer muitos resultados e tornar sua pele saudável e com aspecto mais jovem. No entanto, se você não está satisfeita e deseja partir para procedimentos estéticos para se sentir melhor, consulte um dermatologista para que tudo seja feito da melhor maneira possível. Vamos deixar uma lista com alguns procedimentos que resolvem os problemas mais frequentes em peles maduras.

microagulhamento
radiofrequência
peelings
aplicação de botox

Esses e muitos procedimentos podem te ajudar a alcançar a melhor performance da sua pele, não deixe de procurar um bom dermatologista para que tudo seja feito com segurança e qualidade. Na AESA, temos profissionais excelentes para te atender e resolver essas e muitas outras questões.

INSÔNIA: O QUE É, COMO EVITAR E QUAIS SUAS CAUSAS

É normal termos noites mal dormidas em um dia ou outro, por ansiedade para uma prova ou compromisso importante. Porém, se você sente dificuldade constante para dormir e isso começa atrapalhar sua qualidade de vida é preciso investigar o que está causando sua insônia. Para te ajudar nessa questão preparamos este texto a fim de te deixar por dentro desse tema e contribuir com sua saúde.

O que é a insônia?

A insônia é um distúrbio do sono que afeta a vida de quem sofre desse problema, antes, durante e após seu sono. Ela pode ser de três tipos: intermitente, transiente e crônica e a diferença entre elas é a duração e frequência de seus episódios. Ela pode ser ocasionada por diversas razões em períodos distintos da vida de um indivíduo, vamos listar abaixo seus principais fatores contribuintes:

Saúde mental: se você se sente ansioso, estressado ou se encontra em um quadro depressivo a insônia pode aparecer na sua vida.

Bebidas e alimentos: consumir bebidas energéticas como o café e refrigerante, bebidas com teor alcoólico ou fumar podem te manter acordado ou prejudicar a qualidade do sono. Assim como alguns líquidos devem ser evitados no período da noite, alimentos pesados ou muito gordurosos também devem ser evitados antes de dormir.

Gravidez: devido às mudanças hormonais as mulheres podem sofrer com insônia durante o período gestacional.

Idade: idosos podem ser mais propensos a terem insônia.

Aparelhos eletrônicos: Antes de dormir, muitas vezes colocamos algo para assistir na televisão, mexemos no computador ou no celular. Este hábito atrapalha bastante o sono, pois as luzes emitidas pelos aparelhos eletrônicos fazem com que seu cérebro fique em alerta. Assim, este contato com as telas impede que seu corpo se prepare para dormir como deveria.

Como evitar?

Existem algumas alternativas para evitar e controlar esse problema de forma natural e sem precisar de um tratamento médico. Vamos te apresentar algumas dessas alternativas abaixo:

Atividades físicas: praticar atividades físicas contribui significativamente para melhorar seu sono, porém opte por fazer durante o dia. Atividades agitadas durante a noite podem causar insônia, pois seu corpo demora para relaxar e pegar no sono.

Rotina: estabeleça uma rotina para suas atividades diurnas e principalmente noturnas. Jante com um bom intervalo da hora de dormir, tenha um horário certo para ir para cama e tente segui-lo com constância.

Práticas relaxantes: antes de dormir leia um livro tranquilo, faça meditação, tome um chá com propriedades calmantes. Isso vai ajudar seu corpo a se acalmar e posteriormente adormecer.

Ademais, é válido lembrar que essas são dicas para te ajudar a evitar ou contribuir para que sua insônia diminua. No entanto, se sua insônia estiver em uma quadro avançado é indispensável que você procure um médico para que ele te passe o melhor tratamento para essa questão. Na AESA existem diversos profissionais qualificados a sua disposição, entre em contato e agende uma consulta.

BENEFÍCIOS DA HOMEOPATIA:

Existem diferentes tipos de tratamentos para que as pessoas obtenham sua saúde em plenitude, a homeopatia é uma dessas alternativas. Muitas pessoas acreditavam que era uma alternativa mística de tratamento, mas na verdade não. O objetivo da homeopatia é cuidar do corpo do paciente completamente e não só dos sintomas que ele está sentindo. Nesse texto iremos te mostrar os principais benefícios que essa técnica pode trazer para sua saúde.

1 – Reequilíbrio do organismo: Como citado acima, a homeopatia não cuida apenas dos sintomas, mas de todo o corpo. Essas substâncias naturais administradas em pequenas doses e com a frequência indicada, irão proporcionar o equilíbrio do organismo por provocar uma resposta do próprio sistema imunológico para aquele problema.

2 – Prevenção de doenças: Por buscar a origem da doença e tratar a sua causa e não simplesmente os sintomas provocados por ela, a homeopatia reduz os casos de reincidência da doença, visto que o corpo vai aprender a identificar e prevenir possíveis motivações para uma repetição de tal patologia.

3 – Baixa nocividade: Por se tratar de medicamentos naturais, que buscam restabelecer o equilíbrio natural do organismo, os medicamentos homeopáticos agridem menos o organismo dos pacientes. Ou seja, é um tipo de tratamento que causa poucos efeitos colaterais proporcionando o bem-estar durante o tratamento.

Ademais, é importante ressaltar que o tratamento ideal para você somente será definido por seu médico. E que a homeopatia pode ser usada em conjunto com tratamentos mais tradicionais, para que esse processo seja mais completo e duradouro. Também é importante destacar que a homeopatia pode ser usada em diferentes idades, como em bebês e idosos, desde que seja administrada na dosagem correta.

Após saber de todos esses benefícios é fácil perceber como esse modelo de tratamento é usado e não só por pessoas que já estão com doenças, por ser uma medicina preventiva a homeopatia pode ser usada para a manutenção do bem-estar e evitar o aparecimento de doenças.

Em nossa clínica temos médicos especializados nessa prática para cuidar da sua saúde da melhor forma possível, não deixe de entrar em contato conosco.

BENEFÍCIOS DA ACUPUNTURA PARA A SAÚDE:

É uma técnica utilizada há mais de dois mil anos pela medicina oriental. Sua aplicação tem como benefício estimular pontos anatômicos relacionados a diversos órgãos e sistema do organismo, além de cuidar das diversas áreas da saúde humana, incluindo a saúde mental.

Especialistas comprovam que a acupuntura é uma terapia valiosa. Auxilia nos tratamentos convencionais com antidepressivos e psicoterapia, aliviando o sofrimento e que sofre de distúrbios e transtornos da saúde mental.
São utilizados diferentes formas para realizar a estimulação dos pontos anatômicos, porém a mais comum é por meio da inserção de agulhas muitas finas que penetram na pele. As agulhas podem receber uma leve corrente elétrica.
A cultura da medicina chinesa acredita que as doenças são resultado do desequilíbrio de energia do organismo, sendo assim a acupuntura atua no ajuste de Yin e Yang. Os efeitos dessa técnica acontecem por conta da estimulação de substâncias que atuam no organismo.
Conheça os principais benefícios da acupuntura.
Emagrecimento: O ganho de peso é resultado do desequilíbrio dos órgãos e das glândulas responsáveis pela fome, também pelos níveis hormonais e pela liberação de glicose na corrente sanguínea.
Um dos benefícios que a acupuntura traz para o corpo humano é restabelecimento do equilíbrio por meio da estimulação de pontos relacionados no fígado e ao baço, que são os responsáveis pelo metabolismo. Podem ser também estimular o pâncreas, que é responsável pela liberação da glicose e tireóide, que controla uma importante parte do hormônio.
Além do objetivo do emagrecimento pode tratar os rins e todo sistema excretor, melhorando a eliminação de toxinas e líquidos que se acumulam no nosso corpo.
Controle do estresse, ansiedade e depressão: Como já dito, a acupuntura auxilia nos tratamentos convencionais com antidepressivos e psicoterapia, consegue reequilibrar o funcionamento dos hormônios, exercendo efeito positivo relacionado ao bem estar.
Estudos comprovam que a estimulação de pontos específicos ajuda a regular a produção e a liberação de endorfina, que são responsáveis pela felicidade e pelo relaxamento do corpo.
Sendo assim, ocorre a diminuição dos níveis de ansiedade e os riscos de doenças cardíacas, depressão e obesidade que são causadas pelo estresse.
Além desses benefícios a acupuntura trata insônia, alívio da dor nas costas e no joelho, reduz problemas digestivos, melhora a qualidade de vida dos pacientes com câncer, alivia enxaqueca e dores de cabeça crônicas, entre outros.
Não tem idade para fazer o tratamento de acupuntura. Pessoas com estágios avançados de doenças crônicas não são indicadas.
Primeiro o paciente irá passar por uma avaliação e depois iniciará o tratamento. Sendo assim, é interessante tirar suas dúvidas, relatar os seus problemas e perguntar mais a fundo sobre os resultados e os benefícios da acupuntura para a saúde.
Agora vamos aproveitar e agendar sua avaliação?

SAIBA COMO AS ALERGIAS PODEM SER AGRAVADAS PELO FRIO

É só esfriar um pouquinho que as alergias surgem e uma boa parte das pessoas que são afetadas não entendem o porquê, e às vezes não imaginam que é por causa do frio.

Aproveitando que hoje, dia 8 de julho, é o Dia Mundial da Alergia e que estamos no inverno, preparamos esse texto para te ajudar a identificar e evitar essa reação enfadonha do organismo.

Antes de começarmos, precisamos entender o que é a alergia.

Ela é uma reação que pode ocorrer em diversas partes do organismo, como pele, olhos, sistema digestivo, entre outros.

Muitas alergias são amenas, mas é importante lembrar que também existem as graves e elas precisam ser cuidadas com atenção ou até mesmo com urgência.

Neste post vamos conhecer e entender um pouco mais sobre as alergias causadas pelo frio e o que pode ser feito para prevenir.

A perniciosa ou urticária ao frio é um tipo de alergia que causa manchas vermelhas na pele, coceira, inchaço e até mesmo dor nas extremidades.

Na maioria das vezes não é necessário nenhum tratamento, só tentar se manter aquecido já consegue resolver. No entanto, se você fica exposto ao frio durante muito tempo e todos os dias e essa reação começar a atrapalhar suas atividades é importante recorrer a algum tratamento. Por exemplo, pessoas que trabalham em frigorífico ou com sistemas de refrigeração podem ser mais acometidas por essa questão.

Esse tipo de alergia pode se tornar perigosa quando o corpo inteiro responde ao frio e não só apenas uma pequena área do corpo. Esse choque generalizado é chamado de anafilaxia e causa queda de pressão e até perda de consciência. É preciso ficar atento quanto a isso, pois nadar em águas muito frias e fundas pode ocasionar essa reação mais séria do organismo e o indivíduo pode acabar se afogando.

O clima frio ainda pode acarretar problemas respiratórios, como rinite, crises de asma, bronquite ou sintomas alérgicos como coriza e falta de ar, dores de cabeça e tosse. Pessoas mais sensíveis ou que tenham predisposição genética precisam estar mais atentas nesse período do inverno para não ficarem expostas ao clima e terem crises alérgicas fortes.

Se você se identificou com esses sintomas e se incomoda com essas reações alérgicas, procurar um médico é uma boa opção para melhorar sua qualidade de vida. Muitas vezes essas alergias podem interferir em sua noite de sono e isso abaixa ainda mais a imunidade, abrindo possibilidades para outras doenças.

Portanto, cuide-se muito bem neste período de inverno, prefira programas caseiros ou saia bem agasalhado.

Caso você precise de médicos para te ajudar a identificar alergias ou qualquer outro problema, nossa equipe está pronta para te atender. Entre em contato, agende uma consulta e não deixe sua saúde para depois.

EXAMES DE ROTINA: SAIBA QUAIS SÃO E SUA IMPORTÂNCIA

A saúde nunca deve ser deixada para depois e uma das maneiras de estar em dia com os cuidados necessários para tê-la em plenitude, é fazer exames de rotina. No entanto, as pessoas têm dúvidas de quando fazer, ou quais exames são necessários. Para isso, a AESA criou este post para te guiar na hora de fazer um Check-up geral!

Quais exames são indispensáveis no check-up?
-Hemograma Completo;
-Ureia e Creatina;
-Colesterol e Triglicerídios;
-Glicemia;
-Exames Hormonais;
-Urina;
-Eletrocardiograma.

Exames necessários de acordo com certas especificidades:

Mulheres: Pode variar de acordo com a idade ou condições como gravidez.
-Mamografia;
-Papanicolau;
-Ultrassom transvaginal.

Homens: Também pode sofrer variações de acordo com a idade
-Dosagem PSA;
-Toque retal.

Idosos:
-Exames oftalmológicos;
-Exames de audição;
-Densitometria óssea.

Qual é a frequência correta para realização desses exames?

A data pode variar de acordo com a idade e estado de saúde do paciente. Seu médico é a melhor pessoa para montar sua lista de acordo com seu quadro.

-Adultos saudáveis: a cada 2 anos
-Pessoas com doenças crônicas: a cada seis meses
-Pessoas em risco ou que tenham predisposição para alguma doença: uma vez por ano.

Como tratar melasma?

O melasma é aquela manchinha escura que perturba muita gente porque é difícil de sair e dependendo da intensidade é difícil disfarçar até com maquiagem. Algumas pessoas acreditam que o melasma é causado por acne ou por falta de proteção solar. E, sim, esses são alguns fatores. Mas existem aqueles que apesar de não serem tão conhecidos, interferem bastante.

Antes de entendermos como tratar o melasma, é preciso compreender o que é o melasma e como ele ocorre. Chamamos de melasma o surgimento de manchas escuras na pele que surgem em decorrência da alta produção de melanina na pele.

O descontrole na produção dessa proteína, que é responsável pelo pigmento da pele, pode ocorrer por vários fatores como:
-Alta exposição solar;
-Anticoncepcionais;
-Predisposição genética;
-Hormônios que atuam durante a gestação.

Após compreender o que é e o que causa, também vale ressaltar que o tratamento para o melasma varia de acordo com o local do corpo que está afetado, sua profundidade, entre outros fatores. Com isso, o ideal é procurar um dermatologista para que ele possa identificar todas as características dessas manchas e indicar qual é a melhor forma para tratá-las.

Existem diversas opções para tratar melasma, elas podem ser superficiais ou mais profundas, confira algumas:

Proteção Solar: A aplicação e reaplicação do protetor solar é indispensável, não deixe de consultar seu dermatologista para saber qual é o fator ideal para seu tipo de pele.
Tratamento a laser: É um tratamento eficiente, que consiste na liberação de ondas de calor para clarear as manchas, porém é um procedimento delicado que deve ser feito por um bom profissional.
Cremes clareadores: Existem várias opções de cremes, os mais comuns são os ácidos, retinóides ou outros tipos que tenham o clareamento como princípio ativo.
Tratamentos estéticos: Alguns procedimentos mais comuns são o peeling químico, microabrasão e microagulhamento.

Ademais, é preciso compreender que o acompanhamento com um bom dermatologista é indispensável para solucionar qualquer problema com a pele.

Aqui, na AESA, nós temos os dermatologistas certos para te ajudar com essa questão.

Obesidade infantil

Casos

Segundo o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional, cerca de 9% das crianças estão com obesidade e 5% com obesidade grave. Não é muito diferente com os adolescentes: cerca de 18% dos adolescentes estão com sobrepeso. Enquanto 9% sofrem com problemas de obesidade e 3% com obesidade grave. Oito em cada dez adolescentes continuam obesos na fase adulta. A obesidade infantil gera desconfortos e desencadeia problemas físicos e psicológicos. É um assunto sério e que deve ser tratado com prudência.

Sintomas

 A única característica da obesidade infantil é o peso acima do normal.

Causas

  1. Falta de disposição para atividades que exigem esforço físico;
  2. Sedentarismo;
  3. Desequilíbrio alimentar;
  4. Compulsão alimentar;
  5. Ansiedade/Depressão;
  6. Descontrole emocional.

Além do acompanhamento médico, especialistas aconselham dietas como forma de combater a obesidade infantil, além, é claro, de uma boa dieta.

Uma dieta de baixa caloria ajuda na perda de peso e no controle alimentar. Evitar alimentos gordurosos durante a dieta é algo importante a ser seguido. Exercícios físicos contribuem para uma vida mais saudável e feliz.

Atividades físicas, como brincadeiras, contribuem para uma perda de saudável de peso.

Essas atividades são necessárias e dependem do envolvimento dos pais ou responsáveis pela criança, pois ela precisa de motivação.

Fonte: Secretaria de Estado de Saúde de Goiás

Ansiedade: da insônia aos batimentos acelerados.

O Transtorno de ansiedade generalizada, também conhecido como “TAG” é considerado muito comum, pois tem afligido 2 milhões de pessoas só no Brasil.

Casos

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o transtorno começa a atingir os jovens na faixa etária dos 14 anos, muitas das vezes, acompanha-os para o resto da vida.

Aumentam os casos de jovens sofrendo com o Transtorno de ansiedade generalizada (TAG). Os danos causados pelo transtorno são, muitas das vezes, irreversíveis, eles vão desde a insônia aos batimentos acelerados. Com a pandemia o número de casos aumentou drasticamente, devido ao isolamento social.

Sintomas

O transtorno apresenta diversos sintomas, sejam eles psicológicos ou físicos. Alguns dos sintomas psicológicos são:

  1. Falta de concentração ou pensamentos indesejados;
  2. Ansiedade severa ou medo, preocupação excessiva;
  3. Pensamentos suicidas;
  4. Consumo de substâncias ilícitas.

Já os sintomas físicos são:

  1. Falta de ar
  2. Insônia;
  3. Náusea;
  4. Tremedeira;
  5. Fadiga;
  6. Tontura;
  7. Tensão muscular;
  8. Apetite desregulado.

Malefícios

Aumentam os casos de pessoas deixando o mercado de trabalho, alegando a falta de estabilidade emocional. Casais vêm se divorciando, pela falta de compreensão um do outro, pois nem todos conhecem o transtorno.

Em casos mais graves, o transtorno contribui para o aumento em números de casos de suicídios.

Tratamento

Porém, há tratamentos para o transtorno, desde medicações a terapias.

Algumas terapias são:

  1. Acompanhamento médico;
  2. Psicanálise;
  3. Psicoterapia;
  4. Exercícios físicos;
  5. Relaxamento;
  6. Leitura;
  7. Controle mental;
  8. Terapia cognitivo-comportamental.

Se não tratado adequadamente, o transtorno pode desencadear maiores problemas. Procure, urgentemente, tratamento médico.

Fonte: Hospital Israelita Albert Einstein

O que é acne? Aprenda de uma vez por todas as causas, sintomas e o tratamento desse problema tão comum

A acne é um tipo de lesão que atinge a maioria das pessoas e gera complicações não só físicas, mas também de autoestima e bem-estar. Mas você sabe o que causa, exatamente, esse problema?

O acarretamento da acne é associado ao aumento da produção de sebo nas glândulas sebáceas, que gera uma obstrução dos poros da pele e acaba aumentando a proliferação de bactérias.

Apesar de ser mais comum na adolescência e no início da fase adulta, devido a grande transformação hormonal que ocorre no corpo humano nesse período, a acne pode aparecer em qualquer fase da vida, geralmente ocasionada por eventuais desequilíbrios hormonais.

Sintomas

Os sintomas da acne são o surgimento de cravos, espinhas – que não passam de cravos inflamados – e marcas avermelhadas na pele, principalmente no rosto e nas costas.

Ao perceber tais sinais, é importante que um médico dermatologista seja consultado o quanto antes, a fim de tomar as medidas necessárias para o tratamento.

Tratamento

Apesar do costume popular de espremer os cravos e as espinhas para fazê-los sumir, dermatologistas afirmam que isso não é recomendado e pode até piorar a situação, já que se a lesão for manipulada e a pele não estiver limpa, as bactérias das unhas e mãos podem entrar pelos poros da pele e formar cistos.

O tratamento adequado da acne é feito com acompanhamento médico, já que depende de cada caso, do tipo de acne e das particularidades do paciente a ser medicado.

No geral, recomenda-se a limpeza de pele diária com esfoliantes e outros produtos indicados. Para mulheres, o uso de anticoncepcionais administrados por um profissional pode ajudar no tratamento, já que atua na diminuição da produção de sebo e oleosidade da pele.

Apesar de ser um processo associado à produção hormonal e, portanto, natural do corpo, existem medidas de prevenção ao surgimento da acne, tais como:

  1. Não dormir de maquiagem, já que os resíduos cosméticos obstruem os poros da pele.
  2. Controlar o consumo de gordura, doces e farinha branca, visto que estes estimulam a produção de glândulas sebáceas, aumentando a oleosidade da pele.
  3. Praticar exercícios regularmente, pois minimizam o estresse e os níveis de cortisol, hormônio que em quantidades excessivas contribui para o surgimento da acne.

É importante frisar que, apesar de qualquer recomendação, é sempre importante que um profissional da área seja consultado.