Obesidade infantil

Casos

Segundo o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional, cerca de 9% das crianças estão com obesidade e 5% com obesidade grave. Não é muito diferente com os adolescentes: cerca de 18% dos adolescentes estão com sobrepeso. Enquanto 9% sofrem com problemas de obesidade e 3% com obesidade grave. Oito em cada dez adolescentes continuam obesos na fase adulta. A obesidade infantil gera desconfortos e desencadeia problemas físicos e psicológicos. É um assunto sério e que deve ser tratado com prudência.

Sintomas

 A única característica da obesidade infantil é o peso acima do normal.

Causas

  1. Falta de disposição para atividades que exigem esforço físico;
  2. Sedentarismo;
  3. Desequilíbrio alimentar;
  4. Compulsão alimentar;
  5. Ansiedade/Depressão;
  6. Descontrole emocional.

Além do acompanhamento médico, especialistas aconselham dietas como forma de combater a obesidade infantil, além, é claro, de uma boa dieta.

Uma dieta de baixa caloria ajuda na perda de peso e no controle alimentar. Evitar alimentos gordurosos durante a dieta é algo importante a ser seguido. Exercícios físicos contribuem para uma vida mais saudável e feliz.

Atividades físicas, como brincadeiras, contribuem para uma perda de saudável de peso.

Essas atividades são necessárias e dependem do envolvimento dos pais ou responsáveis pela criança, pois ela precisa de motivação.

Fonte: Secretaria de Estado de Saúde de Goiás

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *