Posts

4 benefícios da terapia ocupacional e sua importância

A terapia ocupacional é um tratamento feito por um profissional da área da saúde que utiliza a ciência que estuda a atividade humana para prevenir e tratar dificuldades físicas e sociais que interfiram na habilidade do paciente de realizar atividades cotidianas, visando a saúde e o bem-estar.

O terapeuta faz um acompanhamento rotineiro do paciente e o ajuda a realizar atividades cotidianas das mais triviais as mais complexas, como por exemplo se vestir, se higienizar, se alimentar, estudar, trabalhar e interagir socialmente.

Mas quais são, na prática, os maiores benefícios desse tratamento?

Preparamos uma lista para explicar quais são os ganhos mais significativos do paciente com a terapia ocupacional!

Regula os níveis de estresse

Ao ser estimulado a conhecer novos ambientes e ter novas experiências, o paciente passa a se adequar mais a situações novas ou potencialmente desafiadoras, evitando reações indesejadas que poderiam causar estresse excessivo.

Aumento da autoconfiança

Com a terapia ocupacional, o paciente passa a se familiarizar e conviver com seus limites, e consequentemente aprende a gostar de si mesmo e se sentir melhor.

Aperfeiçoamento da coordenação motora

Associado ao acompanhamento de um neuropsicólogo, o terapeuta ocupacional promove exercícios que estimulam habilidades cognitivas e a coordenação motora, fazendo com que o paciente aperfeiçoe destrezas manuais.

Aumento da qualidade de vida

Do ponto de vista da terapia ocupacional, a qualidade de vida e o bem-estar estão associados a realização e ao entendimento de tarefas cotidianas. Sendo assim, o tratamento colabora para que o paciente se sinta mais feliz e realizado.

De crianças com dificuldades de socialização à idosos que precisam recuperar a confiança para caminhar após uma queda, não existe idade limite para o tratamento. Qualquer paciente com dificuldades motoras ou psicológicas pode usufruir completamente dos benefícios da terapia e aumentar sua qualidade de vida.

Agora você já sabe o tamanho da importância da terapia ocupacional e como ela pode ser de grande ajuda no dia a dia de alguém que lida com limitações físicas e mentais!

Por que cuidar da saúde é importante?

Apesar de aprendermos desde cedo que devemos cuidar da nossa saúde, poucas vezes refletimos sobre a importância de tal cuidado. Muito mais que prevenir doenças ou obter uma aparência esteticamente atraente, cuidar da saúde é essencial para manter o corpo capaz de executar suas funções vitais sem dificuldades.

O funcionamento do nosso organismo é composto por uma grande cadeia de ações e reações, portanto, ao manter hábitos ruins e prejudiciais, o corpo responde da mesma maneira. Por outro lado, o oposto também vale: ao tratarmos bem nosso corpo, ele nos recompensa com bem-estar físico e mental. Quem cuida do corpo se sente melhor, mais proativo, bem-humorado e disposto, por exemplo. Tudo no corpo funciona melhor com uma rotina ativa e saudável, desde células à partes maiores do corpo como tecidos e órgãos vitais.

Diferentemente da crença popular, exercícios físicos, boa alimentação, hidratação e descanso proporcionam muito mais que resultados estéticos. Além disso, evitar qualquer tipo de droga, como álcool e cigarros, por exemplo, também é de enorme importância para manter o organismo em boas condições. Combinando esses hábitos, nos tornamos mais produtivos, sorrimos mais, respiramos melhor e até raciocinamos mais rápido.

Também é importante saber que nosso organismo se comunica conosco através de sinais, então é indispensável que demos atenção para qualquer dor, desconforto ou anormalidade corporal, já que as mesmas geralmente são um alerta para algum problema. Ao cuidar do corpo e ouvi-lo, garantimos que ele siga funcionando perfeitamente.

Além disso, é importante ter em vista que cuidar da mente é tão importante quanto cuidar do corpo, portanto é indispensável que estimulemos nosso cérebro como qualquer outra parte do corpo, buscando aprender coisas novas, por exemplo. Mudanças de rotina, de tempos em tempos, também são bem vindos para que o cérebro siga sempre ativo. Existem, inclusive, alguns exercícios próprios para o estímulo cerebral, como andar de trás para frente dentro de casa e observar imagens de cabeça para baixo.

É claro que não podemos esquecer do descanso. Tanto o corpo quanto a mente precisam descansar para manter um bom funcionamento. São recomendadas, na maioria dos casos, oito horas de sono diárias para que possamos descansar e repôr as energias. Além disso, reservar um tempo para puramente se distrair também é necessário. Momentos de lazer são sempre bem vindos para fazermos aquilo que gostamos.

Agora que você sabe tudo sobre cuidados com o corpo, basta botar algumas dessas dicas em práticas e sentir os efeitos positivos em sua vida!

Click here to add your own text

Como ter uma vida saudável na terceira idade

Com as melhorias e avanços na tecnologia, ciência e medicina, o Brasil viu a expectativa de vida de seus habitantes aumentar 30 anos entre 1940 e 2016. Nos dias atuais, o número chega a aproximadamente 77 anos, o que significa que a população que alcança a terceira idade é cada vez maior.

Mas simplesmente chegar até a terceira idade não é suficiente. É preciso continuar aproveitando a vida da melhor maneira possível mesmo com as eventuais limitações que a idade pode trazer. Limitações, aliás, que podem ser atrasadas ou até mesmo evitadas caso você se esforce para manter seu corpo e sua mente ativos neste período da vida.

Pensando nisso, separamos algumas dicas valiosas para cuidar da saúde física e mental na terceira idade e, dessa forma, usufruir de uma excelente qualidade de vida nesse período.

  • Leia bastante

A leitura funciona como um exercício para o cérebro, que assim como o resto do corpo, precisa se manter ativo. O estímulo constante ao cérebro funciona como uma maneira de retardar e até mesmo evitar a progressão de doenças neurologicamente degenerativas, como o Alzheimer.

  • Se alimente bem

Assim como durante toda a vida, uma alimentação saudável é essencial para o bom funcionamento do corpo humano. Na terceira idade, no entanto, essa importância cresce ainda mais, já que o idoso precisa de se manter o mais forte possível para evitar problemas comuns como a osteoporose, problemas de pele e mau funcionamento dos órgãos. Evite o consumo excessivo de sal e inclua uma variedade de vitaminas, sais minerais, proteínas e carboidratos em sua dieta. Um tradicional prato de arroz, feijão, carne e salada, por exemplo, é uma ótima pedida para se manter saudável.

  • Mantenha-se ocupado

O ócio é um dos maiores causadores de problemas de depressão e ansiedade em idosos, que muitas vezes se sentem sozinhos e incapazes. Para evitar isso, busque novos hobbies, maneiras de se ocupar e esteja sempre em contato direto com sua família e seus amigos, já que uma vida social ativa também é importante para evitar o ócio.

  • Cuide da sua saúde bucal

A sensibilidade bucal aumenta na terceira idade e, por isso, é indispensável que você mantenha uma boa higiene da boca, escovando os dentes pelo menos três vezes ao dia e fazendo o uso diário do fio dental. Além disso, consulte o dentista regularmente para se assegurar de que sua saúde bucal está em dia.

  • Pratique esportes

Praticar esportes com frequência é um hábito valioso para quem busca manter uma alta qualidade de vida na melhor idade. Os exercícios aeróbicos, como alongamentos e caminhadas, são os mais recomendados. Incluí-los em sua rotina diária por, digamos, 30 minutos, já é o suficiente para manter o corpo ativo e com um bom funcionamento.

Essas são algumas das dicas mais importantes para que você se mantenha saudável na terceira idade e desfrute desse período tão especial da vida.

E você, o que está fazendo para garantir um bom envelhecimento?